Formoldeído

Crepúsculo

…É quando o fogo começa a esfriar.
A chama, que parecia eterna, começa a abrandar.
A luz cálida, empalidece.
Torna-se um tanto fria… E tudo toma uma tonalidade azul.
É quando os corpos ficam de luto,
e quando as mentes deixam de ser uno.
É quando os tratos começam a ser rudes. Os sonhos, ligeiramente banais.
As mortes tornam-se freqüentes; as Fênix tiram seus dias de folga.

Alguma coisa esfria aqui dentro. E é nesta hora que ela me pergunta:
– Até quando?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s