Formoldeído

E ela se foi.

Abriu os braços e pulou a janela.
Abriu as asas e começou a voar.
Defenestrou, junto consigo, sonhos e esperanças.
Foi, enfim, em busca de seu anseado destino.
Em altos brados, deu seu grito de liberdade.
Partiu, sem sequer deixar rastros…
Sem olhar para trás, sem pensar nas mágoas.
Deixou rugas e lembranças no apartamento sem vida.
Deixou para trás as cobranças e expectativas alheias.
Partiu, enfim. Em busca de si mesma.
Partiu para, enfim, viver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s