Formoldeído

Enfim, o fim.

“Hoje eu sonhei contigo / Tanta desdita, amor / Nem te digo / Tanto castigo / Que eu tava aflita de te contar…”

Já soube..?
Eu te matei esta noite.

“…Foi um sonho medonho / Desses que às vezes a gente sonha / E baba na fronha / E se urina toda / E quer sufocar…”

Eu te empurrei e você se espatifou lá embaixo.

“…Meu amor / Vi chegando um trem do candango / Formando um bando / Mas que era um bando de orangotango / Pra te pegar…”

Parecia uma panqueca, uma pasta de carne… Uma poça de sangue!

“…Vinha nego humilhado / Vinha morto-vivo / Vinha flagelado / De tudo que é lado / Vinha um bom motivo / Pra te esfolar…”

Não sobrava nada. NADA!
Uma pasta mole, fétida… Eras tu.

“…Quanto mais tu corria / Mais tu ficava / Mais atolava / Mais te sujava / Amor, tu fedia / Espestava o ar…”

E soubestes? Ninguém se importava.
Nem a polícia, ninguém.

“…Tu, que foi tão valente / Chorou pra gente / Pediu piedade / E olha que maldade / Me deu vontade / De gargalhar…”

Teu mundinho já tinha implodido, ninguém se importou…
Eu tive medo. Podia ser presa, sabia? Mas até a polícia fingia que não…

“…Ao pé da ribanceira / Acabou-se a liça / E escarrei-te inteira / A tua carniça / E tinha justiça / Nesse escarrar…”

‘Foi legítima defesa, eu…’
‘Cala a boca, menina. Fica quieta. Já está tudo resolvido.’

“…Te rasgamo a carcaça / Descemo a ripa / Viramo as tripa / Comemo os ovo / Ai, e aquele povo / Pôs-se a cantar…”

E então eu ficava em paz. Paz… Já não me importava, também.
És nada. És muerto, ahora. C’est RIEN.
És muerto…

“…Foi um sonho medonho / Desses que às vezes a gente sonha / E baba na fronha / E se urina toda / E já não tem paz…”

Um alívio tomou conta de mim. Ver teu corpo gordo caindo sacada abaixo. Com teu próprio golpe, teu próprio ego. Aquele, o que você vivia tentando ensinar. Aquele, que você dizia dominar. Aquele mesmo… TEU EGO.

“…Pois eu sonhei contigo / E caí da cama / Ai, amor, não briga / Ai, não me castiga / E diz que me ama / Eu não sonho mais…”

Oui, mon amour… ÉS MUERTO!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s