Arsênio · Formoldeído

O fantasma dO Fantasma #1 – ou os gêmeos que não se parecem.

Mas lembram. Ah, se lembram! Aquelas bochechinhas e a boquinha de aparelho. Pode não usar, mas já usou. Ah, se já!
Aquele sorrisinho maroto e meigo. Os olhinhos apertadinhos e o jeito tímido, mas só hoje. Tímido de vez em quando, mas que coisa mais fofa!
E tinha que lembrar tanto?
Nervoso até a base das pernas.
Dor de barriga e sede. Quem és tu? Tira-me o sono, pois saiba!
Complica-me, pois traz-me recordos. Trazer de revés, no sentido de olhar para trás.
E confunde-me o juízo, os dedos e as palavras.
Amo-te, mas pouco. Pelo pouco que já amei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s