Formoldeído

Caminhando em nuvens que planam entre estrelas. De cabeça pra baixo.

Eu criei um grande amor. Um príncipe encantado que vem todas as noites em um pégaso prateado me visitar.
Ele é gentil e sincero. Até nas mentirinhas banais. Mas ele acredita no que diz. Pra ele, estou mesmo sempre linda.
Ele acaricia meus cabelos enquanto sonho e brinca de puxar minhas orelhas de vez em quando. Me faz cócegas e não corrige meu português. Nem meus tantos latins.
Briga comigo por motivo besta, me puxa pela janela, me leva pra passear. Juntos, caminhamos sobre as águas e os sonhos.
Ele me traz flores e presentes sempre que me vem visitar. Estes dias trouxe-me uma pedrinha. Disse que viu e lembrou de mim.
Olha nos meus olhos e sorri. Seus olhos também brilham. Juntos, somos fontes de luz para duas ou três cidades! Sente-se feliz, só em saber que existo.
Acredita e confia em mim. Não vem quando quero ficar só. Mas de um jeito ou de outro, sempre está lá e aqui. Comigo. Protejendo. Colhendo minhas lágrimas. Nutrindo-se, como um bom travesseiro deve fazer.
Ele é lindo e me ama. E eu o amo também.
Só tem um problema.
Ele não existe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s