Absinto · Ipecacuanha

Projeto Desbarangamento: Contextualizando-os!

Projeto Desbarangamento 2008 parte I: o início.

Quando comecei com este projeto, a primeira coisa que minhas amigas (fofas!) vieram dizer, foi: “tá maluca?!? e desde quando você é baranga?!?”.

Oh, well. Vamos por partes.

Tudo começou com a minha pessoa tendo crises de baixa auto-estima, achando-se praticamente obesa, feia, zoada, com cabelo horrendo e com dois queixos em todas as fotos – coisa habitual. E com minha amiga Chuchuza (que é linda), que tava com a mensagem “ugly betty!” como frase do MSN.

Mya: hey, betty
Mya: fazeno?
Ciele Moura: hey beibe
Ciele Moura: arrumando fotos
Ciele Moura: 😀
Mya: hum
Mya: famoz fazer um pacto de desbarangamento?
Ciele Moura: hummmm
Ciele Moura: bora
Ciele Moura: o que vc sugere?

Aí eu desenvolvi mei que um plano de ação. Ele ainda está em fase de construção, mas vou postando o desenvolvimento aqui.

Fato é: o plano é bom. E pode funcionar pra absolutamente qualquer garota (e, why not?, garoto) do universo.

Pronto. Está lançado o Projeto Desbarangamento 2008.

Projeto Desbarangamento 2008 parte II: desbarangue-se você também!

Antes de mais nada, vamo combiná um negócio: ser =/= estar. Grazadeus, nossa língua portuguesa, com certeza, nos permite diferenciar as duas coisas. Portanto, o preceito básico do PD (Sacou? PD? Projeto Desbarangamento? ) é que SER BARANGA É DIFERENTE DE ESTAR BARANGA.

O difícil de verdade é tomar a decisão. A gente se olha no espelho e fica insatisfeita, achando que é difícil e impossível e improvável desbarangar…. Chora as mazelas e as pitangas, mas não faz um movimento com o traseiro gordo pra resolver o problema. Até porque, sejamos honestos, não existe gente feia. Existe gente pobre, mal-cuidada… ou cachaça de menos. Como não dá pra manter todos à sua volta bêbados, tampouco ficar rico da noite pro dia…

Assim como o AA, o NA e quase qualquer instituição com sigla terminada em A, o BA (sacou? hã? hã?) também tem um passo-a-passo. Mas como a gente não é filadaputa pra escrever uma lista gigantesca de passos – onde metade deles envolve Deus, que nada tem a ver com a história – a gente só precisa de 3:

#1: estabelecer uma meta

#2: fortalecer a auto-estima

#3: traçar um plano de ação (vide passo #1)

Depois, cálega, o poder é de vocês.

Parece inútil, óbvio e cretino. Tipos, ‘dã-ã! diz uma novidade!’. Mas né não. Eu tenho um bom plano, juro. Explicarei os passos nos próximos posts.

Projeto Desbarangamento 2008 parte III: estabelecendo uma meta.

Sabe aquela gostosa que você queria ser igual? Sabe aquele cabelo que você sonhou ter a vida inteira? Sabe aquela celebridade que você considera ícone de beleza? CATALOGUE!

Abra o Google Imagens e saia procurando fotos, para formar assim uma ‘tabela de inspiração’.

Procure pessoas com mais ou menos seu tipo físico (principalmente cor da pele e traços do rosto), depois varie os tons de pele, pra provar que a cor do cabelo funciona…. Ouse. Varie. Veja sugestões de maquiagem. Pessoas que têm mais ou menos o seu estilo, mas se vestem melhor que você.

A proposta é fazer uma mudança permanente. Não no tipo físico, necessariamente. Mas na postura. Na auto-estima. Ter orgulho de se olhar no espelho, não importa a hora do dia.

Então, este é o primeiro passo: fazer a sua própria tabela.

E não, a idéia não é copiar celebridades. É se inspirar nelas. 😉

Projeto Desbarangamento 2008 parte IV: fortalecendo a auto-estima.

E aí, bees? Já fizeram vossas tabelinhas? Pois bem. Vamos ao segundo passo: fortalecer a auto-estima!

Este é um passo de vital importância. Afinal, toda moçoila que sente-se baranga tá com a auto-estima lááá embaixo, néam? Mas… como levantá-la?

Análise?
Simpatia?
Livros de auto-ajuda?

Naaaaahhhh…. B-U-L-L-S-H-I-T!

Primeiro que eu não acredito em auto-ajuda. Segundo, que simpatia é uma das coisas mais barangas que existem na face da Terra. Terceiro que, vamo combiná?, análise é uma coisa necessária da vida de todo ser-humano, mas se seu analista for bom de verdade, antes de te levantar, vai te des-tru-ir. Bons analistas nos deixam rentes com o chão (or lower) num primeiro momento, que é pra dar aqueeele baque. (o nome disso é catarse)

Ademais, a essência do ser humano (e, principalmente, da fêmea da espécie) deve ser respeitada. E não há melhor forma de levantar a nossa moral do que… destruindo a dos outros! Ou, neste caso, outras. Quer ver só?

http://images.google.com/images?client=safari&rls=pt-br&q=celebrities%20with%20no%20makeup&oe=UTF-8&um=1&ie=UTF-8&sa=N&hl=pt-BR&tab=wi

Aposto que você já está se sentindo melhor. Há. Afinal, se elas que são elas, as tais celebridades, são esse horror sem maquiagem, você também pode ser, certo..?

.

.

.

ERRADO!

Erradíssimo, aliás.

O ponto aqui é reconhecer uma coisa: ninguém fica bela sem cuidar-se.

Não adianta. Você não vai ficar bonita, legal, ou sissintino a pópria rainha do borogodó se sair andando toda chinelenta por aí.

Let’s face it. Celebridades sem os devidos cuidados são barangas. Modelos sem os devidos cuidados são barangas. Você sem os devidos cuidados é baranga. Até Marilyn sem os devidos cuidados é baranga.

Então, belas, nem adianta sair chinelenta de casa e ter crise de choro quando der de cara com o monstro no espelho do shopping. O segredo da beleza não é suco de clorofila, dieta macrobiótica ou uma colher de sopa de azeite de oliva por dia.

É exercício, boa alimentação, bom figurino e, acima de tudo, cabelo, depilação e maquiagem.

Veja fotos de celebridades no passado.

Cê jura que elas desbarangaram se lamentando da vida sentadas no sofá e comendo porcaria o dia todo? Mas nem fodendo. Nem-fo-den-do!

E outra. Antes que me digam que o segredo é dinheiro e plástica, vos digo: se plástica fosse solução, Michael Jackson não seria do jeito que é. Nem Eva Wilma. Nem… Well. Guess I made my point.

Portanto, queridas barangas, vamos nos inspirar nessas ex-barangas e fazer uma revolução! Levanta a cabeça, barriga pra dentro, peito pra fora, bunda empinada e ATITUDE.

…Afinal, se elas podem, a gente também pode, né não? 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s