H2SO2

Tia Petinha

De batismo Petrônio Lúcio de Morais, o menino nunca gostou de jogar bola nem de brincar de Comandos em Ação. Aos sete anos, pediu ao pai uma boneca Susi de aniversário e quase foi expulso de casa, não fosse pelos apelos desesperados de Dona Celinha, mãe bondosa e compreensiva.

Tanta bondade e compreensão não duraram muito tempo e Petrônio foi expulso de casa aos quinze anos, assim que seu pai descobriu que estava trabalhando como recepcionista na escola de dança de Madame Solange em troca de aulas de ballet clássico. Aquilo era inadmissível para um homem de Malaquias do Norte! Com dezesseis, Petrônio já tinha percebido que ballet não era sua praia e começou a fazer aulas de jazz. Foi ali que Petrônio Lúcio se encontrou. E foi ali também que Hermílio Sanchez encontrou Petrônio Lúcio.

Caçador de talentos, Hermílio nunca vira antes um menino tão talentoso. Ficara embasbacado com a leveza de Petrônio e resolveu levá-lo para fazer um teste na Estrela da Manhã, primeira e única boate gay de Malaquias do Sul. Petrônio Lúcio logo se sentiu em casa e fez um show incrível dublando e dançando a música tema de Cabaré.

Na verdade, tinha sido idéia de Madame Solange, mas Petrônio nem sabia. A puta velha vinha acompanhando os ensaios secretos de Petrônio na sala dos fundos e percebera o quanto o menino tinha talento. Ficava só escondida atrás da coxia e, sempre que via que Petrônio estava com alguma dificuldade, ensinava e reensinava o movimento na aula, como se aquilo sempre tivesse feito parte do programa. Quando viu que Petrônio estava pronto, ligou para seu velho amigo Hermílio e tratou de encaminhar o menino para o show business. Malaquias do Sul era um pouco maior que Malaquias do Norte e Madame Solange sabia que as meninas do Estrela da Manhã saberiam cuidar bem do seu pupilo.

Em menos de dois meses e atendendo pelo nome de Petit Petinha, Petrônio Lúcio era a maior atração do Estrela da Manhã. Usando documentos falsos providenciados pelo próprio Hermílio, Petinha apresentava-se todo sábado no horário nobre dublando Liza Minelli e vestindo shortinho, scarpin e chapéu-coco. E Petinha era uma verdadeira lady! Sempre muito gentil e cortês, ajudava em todas as questões da casa. Os travestis todos já tinham adotado Petinha como mascote e ajudavam em tudo que a diva em ascensão precisava para ser uma rainha do pop.

Oito anos e cerca de trinta e duas casas noturnas depois, Petinha era a maior diva gay do país e de mais umas oito ou nove capitais da América Latina. Aos vinte e seis, conheceu um militar holandês e se apaixonaram perdidamente. Logo ele abandonou o exército e ela as luzes do palco e foram morar num vilarejo belga de cinqüenta e três habitantes. Seu único vínculo com o Brasil era com sua irmã mais nova, Nelinha, e seu filho Adolfinho. Adolfo-pai morrera quando Adolfinho tinha quatro anos e Petinha, desde então, sempre mandava uma grana pra segurar a barra de Nelinha.

Todo ano Adolfinho ia pra Bélgica no Natal e voltava cheio de presentes bonitos. Nelinha de vez em quando ia também, mas era mais raro. Em geral, passava o Natal com Dona Celinha, que sempre perguntava do filho escondida de Seu Adoniran, que há muitos anos decidira que só pusera uma criança no mundo e esta se chamava Nélia Sônia de Morais. E ai de quem dissesse o contrário!

Petinha sempre estendera a mão para Nelinha com a maior boa vontade e só pedia uma única coisa em troca: que de vez em quando ela fosse no correio e mandasse umas caixas de sabonete Alma de Flores pra ela. Ela mesma mandava o dinheiro!

É que não vendia esse sabonete em nenhum lugar da Europa e era o único que Petinha gostava…

Anúncios

2 comentários em “Tia Petinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s